Como usar o GROW no processo de Coaching.

Muitos Coaches iniciantes se defrontam com dificuldades no momento de escolher a melhor ferramenta durante uma sessão com seus clientes ou de adaptá-la a cada situação. Isso se deve, em grande parte, à extensa variedade de modelos oferecidos nos cursos de formação e  (falo por experiência própria) ao fato de alguns  deles recomendarem que as ferramentas sejam utilizadas em ordem sequencial, como se os clientes ou Coachees fossem rigorosamente iguais, perseguissem a mesma meta,  ou enfrentassem  o mesmo problema.

Uma das mais poderosas ferramentas de Coaching é o GROW, originalmente desenvolvido pelo Coach britânico Sir John Whitmore, em 1980, e abordado com maior profundidade em seu livro “Coaching for Performance”.

O modelo GROW (crescer em Inglês), no universo do Coaching é um acrônimo que significa:

GOAL – meta, tarefa, ou o desafio que se pretende enfrentar;

REALITY – que descreve a realidade atual, ou seja a distância entre a situação atual e a desejada;

OPTIONS – opções que podem ser adotadas para atingir a meta ou resolver o problema;

WILL (ou Way Forward) – plano de ação a ser desenvolvido

ESTABELECENDO A META OU O PROBLEMA A SER RESOLVIDO

Em primeiro lugar, seu cliente, ou a sua equipe, se estiver no ambiente de trabalho, deve definir claramente a meta a ser atingida, que deve ser formulada no modelo SMART (específica, mensurável, realística  e temporal, ou seja com uma data-limite para ser concluída)

Para melhor definir a meta, algumas perguntas são importantes, como

Como você saberá que a meta foi atingida ou o problema foi solucionado? Quais os indicadores ou parâmetros que  levarão a tal conclusão?

Como essa meta se encaixa em seus objetivos e planos de carreira? Como se alinham à missão e objetivos de sua organização ou dos demais membros da equipe?

EXAMINANDO A REALIDADE ATUAL

Nessa etapa deve ser analisada a situação atual, onde a equipe se encontra e onde pretende chegar; quais os recursos existentes e quais os que precisam ser obtidos; quais os principais obstáculos e como podem ser contornados; que passos ou ações  já foram implementados;

EXPLORANDO AS OPÇÕES

Esse é um momento de “brainstorming” onde devem ser levantadas todas as possíveis opções, sem criticas ou julgamentos, onde o Coach ou Gerente pode ajudar no processo, mas sem tentar impor ou fazer prevalecer a sua opinião, com perguntas do tipo

Que mais poderia ser feito?

Quais as vantagens e desvantagens de cada opção?

Que precisa deixar de ser feito para o atingimento da meta?

Quais os obstáculos que podem surgir?

E se esses obstáculos fossem removidos, poderiam ser obtidos melhores resultados?

ESTABELECENDO A LINHA DE AÇÃO

Escolhida e melhor opção, o W do GROW responde basicamente às seguintes questões: What (o que vai ser feito), When (quando vai ser feito), Who (quem vai fazer, se o trabalho envolver mais de uma pessoa). O mais importante nesse final do processo é manter a equipe ou cliente motivado e comprometido com a ação a ser implementado, com perguntas como

Então, qual a primeira ação e quando vai ser iniciada?

Que mais poderia ser feito?

Como será avaliado o progresso do trabalho, diariamente, semanalmente, mensalmente?

Como você(s) se manterá(ão) motivado(s)?

Pela sua simplicidade, o GROW, pode ser aplicado não só no Coaching mas também nas situações emergenciais de trabalho. Imagine por exemplo que você recebeu a   missão de fazer uma apresentação para a diretoria da empresa e foi avisado com uma semana de antecedência. Utilizando as opções desse modelo, muito provavelmente você  terá todas as condições de ser bem sucedido e fazer um trabalho bem feito.

Boa sorte!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s