Vice-Presidentes nos USA. De objeto de piada a principal conselheiro

vice-presidentes-usa-blogNesta terça-feira, 4 de outubro, os candidatos a Vice-Presidente dos Estados Unidos,o Democrata Tim Kaine e seu oponente Republicano Mike Pence, estarão realizando seu primeiro debate na televisão, antes das eleições de 8 de novembro.

Ao longo dos anos, o cargo de vice-presidente nos Estados Unidos sempre foi objeto de piadas, porque muitos o vêm como uma função sem importância.E por muito tempo, mesmo os ocupantes do cargo diziam que não tinham muita coisa a fazer além de representar o seu país em funerais.

Segundo relato da Voz da América, John Adams, que foi o primeiro vice-presidente norte-americano, durante do mandato de George Washington, disse que a vice-presidência “era a mais insignificante função do mundo”. Thomas Marshall, que foi vice-presidente de 1913 a 1921, contava uma piada: “Era uma vez dois irmãos. Um desapareceu no mar; o outro se tornou vice-presidente dos Estados Unidos. A partir daí, ninguém mais ouviu falar de nenhum dos dois”.

Walter Mondale, que foi vice-presidente de Jimmy Carter, de 1977 a 1981, disse que, “ao longo da história americana, o vice-presidente tem sido um equipamento em stand by, significando que está sempre na expectativa de assumir o cargo, em caso de falecimento ou renúncia de seu titular.

E foi exatamente a partir de Mondale que a vice-presidência dos Estados Unidos cresceu em importância, graças ao papel de importante conselheiro que assumiu durante do governo Carter, o que lhe valeu, inclusive, a indicação para concorrer à presidência oito anos depois. Ele também iniciou a tradição de despachos regulares entre o presidente e o vice para discussão dos principais  tópicos da agenda do país

George H.W.Bush serviu como vice-presidente de Ronald Reagan e foi um dos principais interlocutores do presidente junto ao congresso norte-americano, tendo ajudado também a persuadir Reagan a  negociar a redução de armas nucleares com o então presidente russo Mikchail Gorbachev. O republicano George Bush se tornaria  presidente em 1988, após derrotar o democrata Michael Dukakis.

De 2001 a 2009, Dick Cheney serviu como vice-presidente de George W.Bush, que viria a ser tornar presidente dos Estados Unidos tal como seu pai, George H.W. Bush, e teve um papel importante na decisão do governo Bush de invadir o Iraque.

joe-biden-blogO atual vice-presidente Joe Biden tem sido igualmente um importante conselheiro de Barack Obama, participando de praticamente todas as grandes reuniões com o presidente, sempre a “pedido dele”, segundo disse. Ele participou ativamente dos esforços para aprovar o projeto presidencial de redução de armas de fogo e no combate ao câncer, sendo referido por Obama como “um dos melhores vice-presidentes na história dos Estados Unidos”

Joel Goldstein é um professor de Direito da Universidade de Saint Louis, no Estado de Missouri, e é considerado um dos maiores especialistas em vice-presidência nos Estados Unidos e lembra também a atuação de Richard Nixon,  como vice-presidente de Dwight Eisenhower em 1950, tendo participado de debates cm o então primeiro-ministro da União Soviética, a respeito da melhor opção entre o comunismo e o capitalismo.

Nixon, que perdeu a eleição presidencial para John Kennedy em 1960, viria posteriormente a tornar-se presidente oito anos mais tarde, ao vencer seu oponente Democrata Hubert Humphrey, tendo, porém, renunciado no inicio de seu segundo mandato, em 1974, em decorrência do escândalo politico conhecido como Watergate.

Goldstein, da Universidade de Saint Louis, diz que um debate entre vice-presidente naturalmente desperta menos interesse do que o protagonizado pelos  candidatos presidenciais.

Mas houve uma grande exceção. Em 2008 o debate entre o Democrata Joe Biden e a Republicana Sarah Palin teve uma audiência de 70 milhões de expectadores, maior do que a registrada no primeiro debate presidencial entre Barack Obama e John McCain.

debate-de-vice-presidentes-usa

Mas o debate mais memorável,e lembrado até hoje ocorreu em 1988, envolveu os candidatos à vice-presidência Dan Quayle e o Democrata Lloyd Bentsen.

Após Quayle comparar sua experiência à do ex-presidente John Kennedy, Bentsen deu essa resposta, que se tornou célebre:

” Senador, eu trabalhei com John Kennedy. Eu conhecei Kennedy. John Kennedy  foi um grande amigo meu. Senador, o senhor não é John Kennedy”

Essa declaração foi repetida à exaustão pela imprensa após o debate, mas não impediu que o candidato a presidente na chapa de Quayle, George Bush,  derrotasse o candidato de Bentsen, Michael Dukakis naquela eleição.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s