Lidando com pessoas difíceis

dealing-with-difficult-people

Uma pessoa “difícil” é alguém que mostra dificuldades para lidar de modo produtivo com os outros, embora, na maioria das vezes, possam não ser intencionalmente problemáticas e ajam  assim simplesmente porque não aprenderam a desenvolver outras técnicas e recursos para lidar melhor com a situação.

Alguns tipos mais comuns de pessoas difíceis são:

O ansioso

A ansiedade é uma sensação contínua de preocupação ou receio de que, mesmo sem razão aparente, venha a acontecer algum problema mais á frente. Essa sensação pode estar ligada á baixa autoestima, stress, crenças negativas ou outras causas..

Para lidar com essas pessoas, o líder ou  o Coach, se estiver num processo de Coaching, deve observar as seguintes orientações;

  • não se deixe afetar pela ansiedade do interlocutor e o encoraje a buscar técnicas de relaxamento e redução de stress;
  • identifique e desafie suas crenças limitantes, para saber de onde elas provém, quais as evidências que as justifiquem, e pergunte: qual poderia ser o “pior cenário! se isso viesse efetivamente a acontecer? Qual a probabilidade de que esse cenário se concretize. Em situações semelhantes no passado, quais as situações que você temia que se tornaram realidade?
  • confira se a ansiedade se deve a problemas concretos, se a pessoa está ansiosa por um problema já existente e que não sabe como resolver. Nesse caso, o foco na solução é a melhor alternativa. Troque a preocupação com o problema por uma plano de ação para resolvê-lo, técnica que constitui o melhor antídoto contra a ansiedade.

O hostil

A hostilidade pode ter várias causas e, para lidar com elas, observe o comportamento da pessoa e lhe ofereça um feedback específico e factual sobre o problema

  • o comportamento hostil é decorrente da falta de habilidade na socialização? Se for o caso, trabalhe as habilidades de comunicação verbal e não verbal;
  • a pessoa acredita que está sendo injustiçada no trabalho? Cheque a validade da suposição e a realidade dos fatos;
  • o problema se deve a crenças limitantes ou preferencias pessoais que se transformam em exigências? Analise com ele os custos e benefícios do comportamento hostil

O passivo-agressivo

Esse é um dos tipos de comportamento mais difíceis de lidar, porque as pessoas escondem sua hostilidade ou insatisfação com uma postura de falsa colaboração. O receio de adotar uma abordagem de dizer abertamente o que sentem, leva os passivos-agressivos a recorrerem a obstruções, procrastinações ou falsa concordância e submissão. Essas pessoas são difíceis de lidar porque:

  • agem dissimuladamente e não assumem a responsabilidade pelos seus atos;
  • quando confrontados, assumem a vitimização e alegam que não tinham intenção de prejudicar ninguém ou alegam não ter entendido o trabalho ou projeto que lhes foi solicitado;
  • costumam atribuir aos outros a responsabilidade pela situação, tentando fazer crer que estão exagerando ou agindo de forma desequilibrada.

Para lidar com esse tipo de comportamento, é fundamental documentar tudo que foi negociado ou solicitado, para evitar reações do tipo: “foi isso mesmo que combinamos? Não estou lembrado”. Além disso:

  • não perca ou controle, caso contrário você estará dando ao passivo-agressivo a chance de se fazer de vítima;
  • seja assertivo. Insista para que a pessoa “esquecida” se comprometa a entregar o trabalho dentro do prazo estipulados e não deixe margem para interpretações dúbias.Pergunte se você foi suficientemente claro;
  • deixe igualmente claras as consequências da não realização da tarefa, de forma detalhada e documentada

PROBLEMAS DE BAIXO DESEMPENHO

coaching-for-performance

Outros problemas que podem ocorrer não se devem especificamente a questões comportamentais mas simplesmente à baixa performance das pessoas, os quais decorrem basicamente de duas razões:

1.Não realizam porque não sabem ou não conseguem

Nesse caso, o problema se deve á falta de habilidade, conhecimento ou orientação. Assim, devem ser trabalhadas a identificação e a aquisição de habilidades e conhecimentos necessários. É importante que a pessoa entenda o que se espera dela e como seu desempenho será avaliado.

2.Não realizam porque não querem

Se a pessoa não mostrar disposição para melhorar sua performance, devem ser identificadas as razões de sua desmotivação e falta de engamento. É importante que a empresa propicie feedback efetivo e regular e defina claramente metas e o sistema de avaliação de desempenho, aplicando medidas disciplinares progressivas ou definitivas se necessário

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s