As Posses Presidenciais Norte-Americanas

george-washington

Ás vésperas de Donald Trump prestar juramento como novo presidente dos Estados Unidos, a Voz da América, em seu programa “The Making of a Nation” (original aqui), faz um retrospecto dos momentos mais memoráveis das cerimônias de posse dos presidentes norte-americanos ao longo da história.

George Washington – 1789

Primeiro presidente dos USA, tomou posse em Nova Iorque, capital provisória norte-americana a época, e teve que aguardar uma semana para que fossem elaborados e concluídos todos os detalhes da cerimônia, até então inédita no país.

No dia da posse, em 30 de abril, o juiz pediu a Washington que proferisse o juramento de cumprir fielmente a Constituição, quando se deu conta que não estava com a Bíblia e não havia nenhuma disponível entre os presentes.

Um mensageiro foi despacho às pressas e, já com a Bíblia nas mãos, George Washington finalmente foi empossado.

thomas-jeffersonThomas Jefferson – 1801

O terceiro presidente norte-americano teve uma posse marcada pela simplicidade e se deslocou a pé para o local da cerimônia, dispensando a carruagem utilizada pelos seus dois antecessores.

Jefferson fez um discurso memorável, em que exortava a pacificação entre os políticos, após uma renhida disputa eleitoral.Seu tom de voz muito baixo, porém, não permitiu que suas palavras fossem ouvidas por muitos dos presentes à cerimônia.

O destaque negativo foi a recusa do ex-presidente  John Adams,em transmitir o cargo e participar da posse, optando por recolher seus pertences, deixar a Casa Branca e se deslocar de carro para Boston

William Henry Harrison – 1841

willian-henry-harrison

Nenhuma história de posse norte-americana estaria completa sem mencionar a de Harrison, o nono presidente dos Estados Unidos.

Aos 68 anos, ela era, até então, o presidente mais velho a tomar posse e, para comprovar sua disposição física e boas condições de saúde, encomendou um discurso de posse extremamente longo. Fazia muito frio e ele não usava nem chapéu nem casaco para se proteger da baixa temperatura.

Um mês mais tarde, diagnosticado com pneumonia, ele veio a falecer, tornando-se o primeiro presidente a morrer no exercício do cargo, o que foi atribuído ao discurso de posse.

Algumas pessoas, contudo, culpam as más condições sanitárias á época, quando a água não recebia tratamento adequado e os dejetos eram praticamente expostos céu aberto.Assim, segundo essas fontes, Harrison teria sido vítima da ingestão de agua contaminada.

Calvin Coolidge – 1923

calvin-coolidge

Foi a mais discreta e solitária das posses presidenciais americanas.

Coolidge era vice-presidente em 1923 e, como não tinha muito o que fazer num cargo até então totalmente decorativo, estava de férias na residência da família no estado de Vermont.

No meio da noite ele foi despertado pelo pai,com um um telegrama comunicando que o  presidente Warren Harding.acabara de falecer. Coolidge era, a partir desse momento, o novo presidente dos Estados Unidos.

Em relato no seu diário pessoal, Coolidge diz que seu primeiro ato foi parar e orar. Em seguida, pegou uma cópia do juramento de posse inicial e pediu ao pai que lhe tomasse o juramento, feito no quarto de dormir da família e, á falta de energia elétrica, lido e repetido a luz de querosene.

Minutos depois, Coolidge recolheu-se ao seu quarto, apagou o lampião – e voltou a dormir.

Lindon Johnson – 1963

lyndon-johnson

Em termos de dramaticidade, nenhuma posse se compara a de Johnson, que prestou juramento a bordo do Air Force One, meia hora após a morte do presidente John F. Kennedy, assassinado em Dallas.

O juramento foi prestado a uma juíza, a primeira mulher a dar posse a uma presidente norte-americano, e foi testemunhado pela viúva de Kennedy, Jackie Kennedy, ainda com o vestido que usava no momento do assassinato.

Outros fatos curiosos

  • em 1829, Andrew Jackson quase foi esmagado contra a parede pelas pessoas que queriam cumprimentá-lo em sua posse e teve que escapar pela janela;
  • em 1865, outro Andrew, Andrew Johnson, estava embriagado quando fez seu discurso de posse  como vice-presidente. Ele justificou o fato com a alegação de que tomava whisky  como remédio para tratamento de saúde;
  • Ulisses S.Grant, em 1873 queria pássaros vivos nos bailes programados para a sua posse. Infelizmente fazia muito frio, e os pássaros morreram congelados;
  • fato semelhante ocorreu em 1973, quando Nixon pediu que o trajeto até a posse fosse limpo com produtos químicos, por causa dos pombos que se amontoam naquele local.Ele conseguiu seu intento apenas em parte. No dia da posse as pessoas tinham que desviar dos corpos dos pombos mortos,  em todo o trajeto da Avenida Pensilvânia.

Aguardemos as emoções da posse de Donald Trump.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s