Produtividade: Comece pela Tarefa mais Dificil

Eat that Frog

 

Em seu best-seller “Eat That Frog“” (literalmente, “Coma aquele Sapo“) o autor Brian Tracy diz que devemos começar o dia fazendo a tarefa que nos parece a mais difícil porque geralmente é aquela que nos traz mais resultados ou consequências se deixar de ser feita.

Eat That Frog Mark Twain

 

Segundo a recomendação de Mark Twain, se sua primeira ação toda manhã é comer um sapo vivo, você pode passar o resto do dia com a sensação de saber que, não importa o que acontecer no restante do dia, nada poderá ser pior.

No caso, seu “sapo” é a maior a mais importante tarefa, aquela que você tem mais chances de procrastinar se não resolver trabalhar nela de uma vez por todas, já que a tarefa que pode exercer o impacto mais positivo e gerar os melhores resultados.

Voltando á referência de Mark Twain, se tiver que escolher entre dois sapos, coma logo o mais feio. Ou seja, se você tem duas tarefas pela frente, comece pela mais importante, trabalhosa e difícil. Discipline-se para começar imediatamente e seguir com ela até finalizá-la e só depois passar para a tarefa seguinte.

Pense na tarefa como um teste, um desafio pessoal e resista á tentação de começar pela mais fácil. Lembre-se a todo momento que uma das decisões mais importantes que se pode tomar todos os dias é resolver o que se fará imediatamente e o que será deixado para depois.

Segundo Brian, o segredo para alcançarmos altos níveis de desempenho e produtividade é ter o hábito de resolver a tarefa mais importante logo pela manhã. Desenvolva a rotina de “comer esse sapo” antes de qualquer outra coisa, sem perder tempo pensando no assunto.

Principais destaques do livro

1 – Defina seu propósito

Pegue uma folha de papel e elabore uma lista com 10 objetivos que você deseja alcançar em um ano. Escreva-os como se esse tempo já tivesse ocorrido e seus planos já fossem realidade. Use a primeira pessoa do singular e em um tom positivo para que seus objetivos sejam imediatamente aceitos por seu subconsciente. Por exemplo: “Eu estou ganhando…… reais por ano”, “Estou pesando…..quilos”, ou “Moro num lindo apartamento de….quartos, no bairro….”

Revise a lista e selecione a meta que, se alcançada, causará o impacto mais positivo em sua vida. Escreva-a numa folha á parte, estabeleça um prazo para sua realização, trace um plano de ação, e a cada dia faça uma coisa que o torne mais próximo dessa meta. Esse exercício, por si só,pode mudar a sua vida.

2 – Planeje cada dia

Planejar é trazer o futuro para o presente de modo a fazer algo a respeito agora – Alan Lakein

Comece hoje mesmo a planejar o dia, a semana e o mês, numa folha de papel ou em algum meio digital, e elabore uma lista com tudo o que precisa fazer acrescentando os itens que forem surgindo no caminho.

Organize seus principais projetos e tarefas por ordem de prioridade por ordem de prioridade, partindo do essencial para o menos importante. Ponha suas ideias no papel ou em um dispositivo digital e trabalhe sempre com base nessa lista

3 – Aplique o Principio 80/20 ou Lei de Pareto

Identifique na sua lista de objetivos, projetos e tarefas quais deles estão entre os 10% ou 20% das tarefas que representam 80% ou 90% dos seus resultados e comprometa-se a investir mais tempo nas poucas tarefas que podem fazer a diferença em sua vida e em sua carreira e a perder menos tempo em atividades triviais

4 – Reflita sobre as consequências

Revise suas lista de tarefas, atividades e projetos com regularidade, sempre com a seguinte pergunta em mente: “O que terá mais consequências positivas em meu trabalho ou na minha vida pessoal”?

Determine a tarefa mais importante e discipline-se a buscar, de maneira contínua, o uso mais produtivo de seu tempo. Lembre-se das palavras de Goethe: “Basta se engajar,  e sua mente dará a partida.Comece, e o trabalho será concluído”

5 – Pratique a procrastinação criativa

Imagine-se recomeçando do zero em todos os aspectos de sua vida e pergunte-se: “Se já não fizesse essa atividade há tanto tempo, e se na época em que comecei tivesse os conhecimentos que tenho agora,  eu a adotaria em minha vida novamente”? Se a resposta for não, você está diante de um candidato perfeito para a eliminação ou a procrastinação criativa.

Avalie todas as suas atividades pessoais e profissionais com base em sua situação atual e abandone pelo menos uma imediatamente ou pelo menos a adie para concentrar seus esforços e atenção nos seus objetivos mais importantes.

6 – Use o Método A  B C D E

Crie uma lista de tudo que tem que fazer ao longo e, em seguida, antes de começar cada tarefa, escreva as letras A,B C D e E ao lado de cada uma. Um item A é algo fundamental que você precisa fazer o pode acarretar consequências mais sérias, sejam positivas ou negativas, caso não sejam concluídas Se há alguma outra tarefa que se enquadre nesse item, organize-as por prioridade: A1, A2, A3 e assim por diante, sendo a A1 a mais importante.

Entre os itens B estão as tarefas que você deveria fazer mas que geram consequências menos graves e não têm a mesma importância de uma A. A regra aqui é nunca iniciar uma tarefa B se houver uma A por terminar.

A tarefa C é aquela que seria interessante fazer mas que, em última análise, não faz a menor diferença se deixar de ser feita (almoçar com um colega de trabalho, um problema pessoal sem maior importância, etc), ou seja, atividades sem maior impacto em sua vida profissional.

A tarefa D é aquela que pode ser delegada. A regra á delegar tudo o que puder para que sobre espaço para as tarefas A que somente você pode desempenhar. 

A letra E inclui tudo aquilo que pode ser eliminado, algo que talvez já tenha sido importante mas que hoje não tem mais relevância. Muitas vezes é uma atividade que você continua a fazer por hábito ou predileção. No entanto, cada minuto gasto numa atividade E é um tempo tirado de uma tarefa A.

7 – Concentre-se nas áreas que geram resultados fundamentais

Identifique as áreas de resultados-chave para seu cargo. Anote os resultados importantes que você precisa alcançar e atribua-se uma nota de 1 a 10 em cada área e, em seguida, determine a habilidade fundamental que você precisa desenvolver e que o ajudará a desempenhar melhor aquela  função.

Mostre essa lista a seu chefe e converse com ele pedindo-lhe em feedback honesto. Converse sobre suas conclusões com sua equipe e colegas de trabalho. Converse também com sua família. Habitue-se a fazer essa análise regularmente ao longo de toda a sua carreira e nunca pare de evoluir.

8 – Organize seu ambiente de trabalho

Dê uma olhada em sua mesa de trabalho e pergunte-se: “Que tipo de pessoa trabalha num ambiente como este”? Quanto mais limpo e organizado for seu ambiente de trabalho, mais positivo, produtivo e confiante você se sentirá.

Comece por organizar a mesa de trabalho, deixando apenas o material necessário para cumprir a sua tarefa principal, sem ter que levantar-se muitas vezes para localizá-lo, e certifique-se de que tem tudo a seu alcance: papel, caneta, pendrives, agenda, etc.

9 – Dê um passo de cada vez

Selecione qualquer objetivo, tarefa ou projeto que esteja procrastinando e elabore uma lista com os passos que precisará dar para completá-lo e dê esse primeiro passo imediatamente. Ás vezes, tudo o que se precisa fazer é começar e se concentrar em finalizar um item da lista. Depois é só terminar outro, mais outro….e assim por diante. Siga com essa disciplina e ficará surpreso com a velocidade de seu progresso.

10 – Aprimore suas principais habilidades

Identifique as principais habilidades que poderão levá-lo a alcançar melhores resultados.Determine as competências fundamentais que precisará desenvolver para se tornar uma referência em sua área. Estabeleça um objetivo, trace um plano e comece a trabalhar nele para tornar-se um especialista.

Estabeleça um plano de aprimoramento. Leia textos e livros sobre sua área de atuação, participe de cursos e seminários de especialização. Participe de congressos, palestras, workshops que tenham a ver com sua atividade, escute programas de rádio e podcasts ou audiolivros enquanto se desloca para o trabalho. Em média, passamos de 500 a 1.000 horas em trânsito por ano. Transforme esse tempo num momento de aprendizado para se tornar uma das pessoas mais bem informadas, competentes e bem pagas em sua área.

11 – Identifique suas maiores limitações

Identifique seus objetivos mais importantes atualmente. Qual deles exerceria o efeito mais positivo em sua vida pessoal caso fosse alcançado? Qual realização impactaria mais positivamente a sua vida profissional?

Agora, pergunte-se? “Qual a limitação interna ou externa está impedindo ou atrasando o cumprimento  desse objetivo”? “Por que eu ainda não conclui essa tarefa ou projeto”? “Que fator interno, o que está dentro de mim, que está me atrapalhando”? Seja qual for a resposta, comece a trabalhar imediatamente para eliminá-la. Dê o primeiro passo

12 – Ponha pressão em si mesmo

Estabeleça prazos finais e parciais para suas atividades e crie uma forma de se pressionar. Eleve seus padrões e não se exima da responsabilidade. Quando definir um prazo para entrega de um trabalho, mantenha-se firme e procure terminá-lo antes da data prevista. Desenvolva um sentido de urgência.

Antes de começar um trabalho ou projeto importante, descreva todas as etapas no papel.Em seguida, defina o tempo estimado de duração de cada tarefa. Por fim, comece a correr contra o relógio e procure entregar o trabalho antes do prazo. Transforme o trabalho num jogo e jogue para vencer!

13 – Motive-se a agir

Controle seus pensamentos e lembre-se de que você se torna naquilo em que pensa. Assim, procure pensar sobre o que deseja atrair e não nas coisas que não quer para si. Mantenha o pensamento opositivo e aceite as responsabilidades pelos seus atos e por tudo o que acontece com você.

Jamais critique ou culpe os outros por seus resultados. Em vez de dar desculpas, procure progredir. Mantenha seus pensamentos e energia focados no que você pode fazer para melhorar sua vida e ignore o resto.